BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

14
Set 11

Avaliação do Plano Nacional de Leitura é hoje apresentada. Escolas falam de "uma melhoria significativa" das competências dos alunos.

 

Há mais jovens a considerar que a leitura é importante para a sua vida pessoal. Em 2007, entre os que tinham 15 a 24 anos, 30,6 % consideraram-na “muito importante”. Em Março, neste grupo etário, já eram 52,4 % os que afirmaram o mesmo. Este aumento da ordem dos 20 % regista-se entre o primeiro e o quinto ano de vigência do Plano Nacional de Leitura (PNL), frisa-se no relatório a avaliação externa daquele programa, que será hoje apresentado em Lisboa. Ler em Público 14.9.2011

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 13:53

09
Set 11

O Douro Film Harvest, festival que este ano homenageia o cinema brasileiro, dedica uma das sessões do programa de sexta-feira à estreia nacional do documentário "Senna", o malogrado piloto de fórmula 1, falecido em 1994.

Produzido graças a uma parceria entre britânicos e brasileiros, o documentário, realizado pelo inglês Asif Kapadia, conta o trajecto de Ayrton Senna dentro e fora das pistas, desde as primeiras acelerações no kart até ao trágico acidente mortal de 1 de Maio de 1994, no Grande Prémio de São Marino.

Tricampeão mundial de Fórmula um (1988, 1990 e 1991), Senna continua a ser um dos ícones do desporto brasileiro e apontado como um dos melhores pilotos de sempre.

Numa das corridas mais negras da história "circo", tudo começou no dia anterior à prova, durante os treinos livres, com o violento despiste do austríaco Roland Ratzenberger, que viria a falecer numa unidade hospitalar de Bolonha, em Itália.

No dia seguinte, à sétima volta de uma corrida que já tinha sido interrompida devido a um despiste do português Pedro Lamy, Senna perdeu o controlo do seu monolugar da Williams na fatídica curva Tamburello e não resistiu aos ferimentos provocados pelo violento embate.

Com um total de 41 vitórias, 80 pódios e 65 "pole positions", Ayrton Senna tem também "cunho" português na carreira de dez anos na maior competição de automobilismo, pois foi em Portugal, em 1995, que ganhou o primeiro Grande Prémio de fórmula 1.  In JN 8.9.2011

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 11:34

07
Set 11

A cátedra de Estudos Portugueses Fernando Pessoa acaba de ser criada na Universidade dos Andes, em Bogotá, através de um protocolo entre a instituição de ensino colombiana e o Instituto Camões, disse à Lusa o investigador Jerónimo Pizarro.

O titular da cátedra, o colombiano pessoano Jerónimo Pizarro -- coordenador da coleção "Obras de Fernando Pessoa", publicada pela Ática (Babel), e responsável pelo projeto de digitalização da biblioteca particular do poeta -- indicou à Lusa que a cátedra "ficou oficialmente criada a 29 de agosto de 2011, após a Semana de Portugal" que se realizou na universidade andina.

"Esta cátedra -- a primeira na Colômbia e a quarta em toda a América Latina -- foi possível graças a um protocolo de cooperação entre a Universidade dos Andes e o Instituto Camões através do qual se estabeleceu a colaboração das duas instituições na promoção de atividades educativas e culturais, na Universidade dos Andes, dedicadas às múltiplas manifestações que conformam a idiossincrasia portuguesa no mundo", escreveu o novo catedrático no site http://catedrapessoa.uniandes.edu.co/index.html.

Embora ainda em construção, como ressalvou Pizarro, pode já encontrar-se no site da cátedra bastante informação sobre a língua e a cultura portuguesas.

No separador relativo à língua, por exemplo, há ligações para dois dicionários da língua portuguesa, um de espanhol-português e português-espanhol, um conversor ortográfico, uma enciclopédia, um site para esclarecer dúvidas relacionadas com o português e uma plataforma de apoio ao estudo da língua portuguesa no mundo.

Aí se encontram também ligações que remetem para instituições como o Instituto Camões, Casa Fernando Pessoa, Fundação José Saramago, Fundação Eugénio de Andrade, Fundação Luís Miguel Nava e DGLB -- Direção-Geral do Livro e das Bibliotecas e também para o Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea e a Hemeroteca (Municipal de Lisboa) Digital. In: DN 1.9.2011

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 10:10

02
Set 11

Chama-se 'Abraço' a nova obra de José Luís Peixoto que será uma das novidades editoriais da rentrée literária, a par dos romances 'Quando o Diabo Reza', de Mário de Carvalho, e 'O Retorno', de Dulce Maria Cardoso.

Foi o próprio José Luís Peixoto quem deu a notícia na sua página oficial da rede social Facebook, embora nada adiante sobre a história. Diz apenas: «O meu novo livro chega às livrarias no final de Outubro, chama-se ‘Abraço’ e tem 846 385 caracteres».

Já sobre O Retorno, de Dulce Maria Cardoso, que inaugura, no início de Outubro, a colecção de ficção portuguesa da Tinta-da-China, sabe-se que é um romance sobre a experiência dos retornados, recebidos num Portugal revolucionário com hostilidade e desconfiança e não tendo, muitos deles, alojamento e meios de subsistência.

«Rui tem quinze anos e é um deles. Lisboa. 1975. Durante mais de um ano, Rui e a família vivem num quarto de um hotel de 5 estrelas a abarrotar de retornados – um improvável purgatório sem salvação garantida que se degrada de dia para dia. A adolescência torna-se uma espera assustada pela idade adulta: aprender o desespero e a raiva, reaprender o amor, inventar a esperança. África sempre presente mas cada vez mais longe», lê-se na sinopse enviada à Lusa pela editora.

Sobre o novo romance de Mário de Carvalho, Quando o Diabo Reza, o segundo título da colecção da Tinta-da-China, chega às livrarias no final de Outubro e fala da «colectivização intelectual» que acontece «quando um galdério tem uma ideia brilhante e a partilha logo com outro vadio» e do destino que rasteira os desígnios de «duas irmãs, já entradas na vida, [que] sonham com teres e haveres, mundos melhores, segurança de estado e paz de espírito».

«Dessas contrariedades é feita a literatura que se dá mal com os harpejos dos anjos nas nuvens e prefere o diabo, sempre atrás da porta, vigilante, até a rezar», lê-se na contracapa. In: SOL 2.09.2011

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 16:25

01
Set 11


ABBOTT, Jeff – Medo: alguns pesadelos são inesquecíveis; Civilização, 2009

ABBOTT, Jeff – Colisão; Civilização, 2009

HARRIS, Robert – Lustrum; Presença, 2011

PANCOL, Katherine – A valsa lenta das tartatugas; Esfera dos Livros, 2011

CHANTAL, Suzanne – Ervamoira; Civilização, 2011

MURAKAMI, Haruki – O elefante evapora-se; Casa das Letras, 2010

ARAÚJO, Carlos Moreira – O monte dos espíritos; Fronteira do Caos, 2008

BUGALHO, Margarida – Uma estrela nunca se apaga: homenagem a Angélico Vieira;        Arena, 2011                                

CHAGAS, Manuel Pinheiro – A jóia do vice-rei; Fronteira do Caos, 2006

SANTOS, José Rodrigues dos – A ilha das trevas; Gradiva, 2009

VIEIRA, Pedro Almeida – O profeta do castigo divino; Sextante, 2011

SCHIFF, Stacy – Cleópatra; Civilização, 2011

PRETO, Maria Antonieta – A ressurreição da água; Quidnovi, 2008

SALBI, Zainab; BECKLUND, Laurie – Dividida; Quidnovi, 2007

WOOLF, Virginia – A viagem; Presença, 2011

GRANT, Michael – Fome; Planeta, 2011

WINMAN, Sarah – Quando Deus era um coelho; Objectiva, 2011

FIORATO, Marina – A virgem das amêndoas; Porto Editora, 2010

VERGHESE, Abraham – Destinos entrelaçados; Civilização, 2011

WATSON, S. J. – Antes de adormecer; Civilização, 2011

MAXWELL, William – Vieram como andorinhas; Sextante, 2011

SANSOM, C. J. – Revelação; Porto Editora, 2010

GOODWIN, Jason – O fogo de Istambul; Porto Editora, 2010

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 16:16

Título: Mercado de Ilusões
Autor: Felipe Benítez Reyes
Tradutor: Marcelo Correia Ribeiro
N.º de Págs.: 352
Capa: mole

 

Sinopse: Corina e Jacob sempre viveram da organização de roubos de obras de arte. Depois de decidirem retirar-se da profissão por causa da idade e da falta de oferta, recebem um encargo imprevisto de um mexicano libertino e com tendências místicas, que sonha construir um prisma para contemplar o rosto de Deus. O trabalho consiste em roubar as supostas relíquias dos Reis Magos, conservadas na Catedral de Colónia.
Através de uma prosa envolvente e de uma inventividade deslumbrante, o autor conduz-nos até um território de fascinações e aparências, povoado por personagens insólitas e ritmado por situações inesperadas.

                                         

Título: De Ourique a Aljubarrota
Autor: Miguel Gomes Martins
Editora: A esfera dos livros
N.º de Págs.: 435
Capa: mole

 

Com base em fontes documentais e narrativas e num conjunto actualizado de bibliografia portuguesa e estrangeira, este livro apresenta-nos um novo olhar sobre alguns dos principais episódios militares da História Medieval Portuguesa. Ao longo de um período compreendido entre 1139 e 1385 e depois de uma síntese sobre os exércitos e os tipos de operações militares característicos da Idade Média, esta viagem percorre 15 teatros de operações, boa parte dos quais, analisados pela primeira vez na perspectiva da História Militar.

 

Sinopse: A 24 de Julho de 1139, a hoste de Afonso Henriques, é interceptada pelas forças almorávidas quando cruzava o Campo de Ourique em direcção a Coimbra. No dia seguinte, sob o quente sol de Verão, os dois exércitos são dispostos em formação de batalha. A superioridade muçulmana parecia fazer adivinhar vitória certa, mas o exército cristão, comandado pelo próprio príncipe, dispunha de um importante trunfo táctico: a cavalaria pesada. Um autêntico «tanque de guerra da Idade Média». É com a Batalha de Ourique que o historiador Miguel Gomes Martins começa a traçar o retrato de 15 dos mais emblemáticos teatros de operações da História Militar Medieval portuguesa. Ao longo destas páginas, apoiados em mapas e esquemas, mas também em imagens da época, revisitamos campanhas, batalhas, cavalgadas e cercos, observamos os territórios onde se deram estes confrontos, as estratégias e dispositivos tácticos escolhidos pelos comandantes, os meios humanos e logísticos envolvidos, conhecemos os problemas com que se debatiam os exércitos, da falta de mantimentos e de água, às epidemias que matavam homens, analisamos a evolução do armamento defensivo e ofensivo ao longo de 250 anos, terminando esta viagem com a Batalha de Aljubarrota, que a 14 de Agosto de 1385 deu a vitória ao exército de D. João I, comandado pelo Condestável do reino, D. Nuno Álvares Pereira, perante a hoste franco-castelhana de D. Juan I.

 

Título: O anjo branco
Autor: José Rodrigues dos Santos
Editora: Gradiva
N.º de Págs.: 678
Capa: mole

 

Sinopse: Este novo livro baseado em factos reais conta-nos a vida de José Branco naquela aldeia perdida no coração de África e onde o médico se deparou com o terrível segredo. No seu pequeno avião, José cruza diariamente um vasto território para levar ajuda aos recantos mais longínquos da província. O seu trabalho depressa atrai as atenções e o médico que chega do céu vestido de branco transforma-se numa lenda no mato. “Chamam-lhe o Anjo Branco.”

Mas a guerra colonial rebenta e um dia, no decurso de mais uma missão sanitária, José cruza-se com aquele que se vai tornar o mais aterrador segredo de Portugal no Ultramar…..

 

 

publicado por Livros & Cª. Biblioteca Municipal SMP às 14:06

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Frase da Semana
"O bom livro é aquele que se abre com interesse e se fecha com proveito" AlCOTT , Amos
Actividades - Outubro
Dia 10 e 27 de Outubro - O cantinho do conto "O patinho feio" 10h30 - Jardins de infância e pré-escolares. ----------------------------------------- Dia 18 de Outubro - "Visitar.Conhecer. Aprender" 10h30 - Alunos do 1º Ciclo.
Objectivos da Biblioteca Municipal
A Biblioteca Municipal define-se como um serviço cultural público da Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, com carácter informativo, educativo e cultural, com a finalidade de promoção do livro e da leitura. Tem como principais objectivos: • Facilitar o acesso à população, através do empréstimo ou consulta local, de livros, periódicos e outros documentos; • Fomentar o gosto pela leitura e contribuir para o desenvolvimento cultural da população; • Proporcionar condições que permitam a reflexão, o debate e a crítica, nomeadamente através de actividades de intervenção cultural da Biblioteca; • Valorizar e divulgar o património cultural do concelho, nomeadamente através da organização de fundos locais. • Ser um centro de informação válido fornecendo informação com a maior brevidade possível.
Se perguntar nós respondemos
O Serviço de Informação à Comunidade é um serviço de referência da Biblioteca Municipal com o objectivo de aproximar a Biblioteca dos seus utilizadores ou potenciais utilizadores através da utilização do correio electrónico. ---- Informações de actividades da Biblioteca Municipal; Sugestões de Leitura; Lista de referências bibliográficas sobre um tema ou autor. Coloque a sua pergunta através endereço biblioteca@cm-smpenaguiao.pt
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO